31 de out de 2012

Especial Hot ! - "Believe's Night"





Scooter: Bom show man! - disse Scooter parabenizando meu amor.
Justin: Foi incrível bro! Jay Bieber está de volta! - Jus comemorava sua volta aos palcos com sua nova tour chamada "Believe". Hoje havia sido o primeiro show, como sempre ele estava elétrico.
Kenny: Mandou bem rapazinho. - disse e logo recebeu uns soquinhos de Justin. Era sempre assim, dois bobões.
Justin: Qual é Kenny você ta falando com o rei do swag! - disse rindo em um tom de brincadeira. - Mãe! - ele gritou a minha sogrinha que vinha abraça-lo.
Pattie: Meu bebê! Você esta maravilhoso! - ela dizia com os olhos brilhando, dava pra ver o orgulho em seu jeito de falar.
Justin: Obrigada mãe! - ele sorriu a abraçando forte levantando a mesma do chão.
Alfredo: Com ela é assim né?? - disse indignado. - Parabéns Bro! - eles fizeram um toque. E finalmente depois de toda aquela comemoração ele me avistou na porta de seu camarim.
Justin: Fabi, meu amor! - ele sorriu e veio em minha direção tirando sua blusa molhada de suor.
Eu: Você foi fantástico meu amor! - sorri e ele me selou longamente. - É incrível né?
Justin: o que? - ele riu confuso.
Eu: Você tinha que tirar a camisa pra falar comigo, você só me provoca, seu idiota. - disse  ele riu.
Justin: Não se preocupe, mais tarde eu vou tirar tudo pra você. - mordeu meu lábio inferior.
Eu: É, espero ansiosamente. - sussurrei perto de seus lábios o fazendo sorrir maliciosamente.
Ryan: Hey, hey, hey! Parem o agarramento ai! - disse cortando todo o clima que tinha.
Justin: Nós não estávamos fazendo nada. - disse incrédulo.
Ryan: Porque eu interrompi né! - disse óbvio. - Jay B, banho agora que você esta fedendo muito e é capaz de termos intoxicação aqui! - disse abanando a mão em gesto de fedor, fazendo todos rirem.

[...]

Justin: Hey, mãe! Agora eu quero roubar minha namorada um pouquinho por que vocês já conversaram demais sobre roupas e cabelos e blá, blá, blá. - disse me puxando no saguão no hotel o qual havíamos acabado de chegar.
Pattie: Ciumento desde sempre. - ela bufou me fazendo rir e foi falar com Scooter.
Justin: Hoje a noite é nossa! Vamos fazer uma comemoração particular! - ele falou em meu ouvido me arrepiando.
Eu: Só não prometo me comportar nessa festa. - disse num tom completamente safado.
Justin: E nem precisa.  Vamos! - pegamos o elevador, e pude ver o quão o Justin estava impaciente. Sua perna balançava consecutivamente rápido, sem contar suas tentativas falhas de agarramento no elevador.

Eu: Calma amor já estamos chegando. - acariciei seu rosto.
Justin: Mas Fabs eu te amo e te quero agora! - ele resmungou baixinho.
Eu: Eu te amo mais e você vai me ter... - o elevador apitou. - agora! - sorrimos e ele foi me empurrando até nossa suíte.

Suas mãos tocavam todo o meu corpo, Justin fechou a porta com o pé mesmo e me empurrou na cama. Ele tirou sua camisa e a girou no ar. Ri com isso e ele arremessou sua blusa longe. Jus tirou o cinto completamente inútil de sua calça caída como sempre e arrancou sua calça também ficando assim só de cueca. Mordi os lábios com aquele pequeno e simples "Strip Tease".  Justin estava em cima de mim agora quase rasgando meu vestido, o ajudei a tirar o mesmo e logo estávamos de roupas íntimas. Ele sorriu ao me ver daquele estado, completamente louca e vulnerável aos seus olhos cor de mel que tanto amava.
Senti sua mão acariciando do meu pescoço até minha barriga passando entre os meus seios, Justin fez esse percurso novamente, só que agora usando sua boca dando beijos formando essa trilha te de fogo que percorreu em meu corpo. Agora seus beijos era concentrados em minha barriga enquanto suas mãos apertava meus seios ainda cobertos. Jus me encarou me olhando de um jeito safado que me fez pirar.

Justin: Amor, você está tão gostosa. - ele disse beijando minha barriga e subindo ao encontro dos meus seios. - Acho que já está na hora de tirarmos isso. - ele disse sexy abrindo meu sutiã frontal.

Justin mordeu os lábios e sugou meu seio esquerdo enquanto massageava o outro, de alguma forma ela tentava colocar os dois na boca. Aquilo só conseguia me excitar cada vez mais. O volume em sua boxer roxa estava enorme. Puxei ele pra cima e o beijei, enquanto nos beijávamos virei ficando por cima, suas mãos foram pra minha bunda e eu beijava seu pescoço loucamente.
Comecei a me movimentar contra seu membro já duro, ele não aguentou e começou a soltar seus primeiros gemido,  ele arrastou sua mão da minha bunda até meu quadril me apertando mais contra ele. Desci até seu membro e o mordi por cima da cueca, comecei a massageá lo ali apenas ouvindo seus gemidos abafados. Tirei sua cueca de uma vez e o masturbei rapidamente dando leves chupadas e lambidas na cabecinha. Consegui ir até a metade do seu pênis com ele em minha boca, a parte que sobrava eu continuava com os movimentos. Brinquei e chupei suas bolas e ele mantinha sua mão em minha nuca para que eu não parasse.
Senti seu gozo invadir minha boca como um jato, lambi e engoli tudo. Ele me olhou com a cara mais safada do mundo o que me excitou, fui ao encontro de seus lábios e ele me girou ficando por cima novamente.

Eu: Gostoso. - sussurrei e mordi seus lábios inferiores. Ele mordeu minha bochecha e beijou a mesma e desceu indo diretamente para a minha intimidade. Ele beijou minha virilha e ficou acariciando ali por cima da calcinha.

O tesão só aumentava, ele tirou minha calcinha e arremessou longe. Me penetrou com dois dedos e lambeu meu clítoris. Gemi muito alto quando ele movimentou seus dedos.

Justin: Geme pra mim amor, vai! - ele disse indo mais rápido com os dedos e dando leves beijinhos ali.

Gemi que nem uma louca, sem se importar com nada. Acho que ele também não estava mais aguentando pois ele tirou seus dedos de mim os lambendo em seguida e subiu em cima de mim. Justin me beijou fazendo eu sentir meu gosto e o senti me penetrar fundo. Gemi alto e ele começou a aumentar a velocidade e a força de suas investidas. O sentia inteiro dentro de mim, aquilo estava ótimo.

Eu: Vai... mais... awn... rápido! - ele foi muito rápido, parecia que iria quebrar em dois.

P.O.V Justin

Não sei como, mas Fabi conseguia desperta em mim um tesão imenso. Estava ficando louco ali enquanto a penetrava cada vez mais rápido e forte. Comecei a cansar e pelo visto ela percebeu. Vi Fabiana trocando as posições ficando por cima e logo se encaixando em meu membro. Ele rebolava rápido e cavalgava perfeitamente. Gemia ali apertando sua bunda como uma forma de aliviar meu tesão. Conforme ia recuperando as forças me levantei ficando sentado e com que ela ficasse sentada em cima do meu colo ainda encaixada em mim. Beijava e chupava seus seios e ela rebolava lentamente gemendo em meu ouvido, só pra mim. Passei meus beijos para seu pescoço o que a fez arfar de olhos fechados.
Fabi começou a se movimentar rapidamente de novo, estava prestes a gozar. Ela saiu de cima de mim e eu a olhei quase a matando por isso.

Eu: Amor volta, pelo amor de Deus! - disse desesperado.
Fabi: Vou fazer algo melhor. - ela sorriu maliciosa e eu a encarei safado também.

Senti sua língua gelada entrar em contato com o meu pênis. ela começou a chupar com muita vontade e eu gemia do mesmo jeito. Ela tava me deixando louco.

Fabi: Goza pra mim amor! - ela deu uma lambidinha na cabecinha.
Eu: Prefiro gozar dentro de você. - a puxei e subi ficando por cima, ela me olhava com uma cara de quem vai aprontar, que por sinal, pra mim era super excitante.

A penetrei fundo, colocando todo o meu pênis ali dentro e fui de vagar apenas a sentindo. Ela gemia e mordia os lábios frequentemente, soltei meu líquido como uma explosão ao sentir o dela molhar todo o meu membro. Sorrimos e dei umas tres lentas entocadas antes de sair dela. Tombei ao seu lado completamente ofegante não estando muito diferente dela.
A abracei no meio daquela escuradão e pude perceber que ela sorriu, senti ela me abraçar de volta e me dar um selinho.

Eu: Você é definitivamente a melhor em tudo! - disse ofegante
Fabi: Você que é!
Eu: Quer ser a melhor comigo então?
Fabi: Eu ja sou! - sorriu lindamente.
Eu: Então casa comigo e terei certeza disso. - colei nossas testas
Fabi: Você ta falando sério?
Eu: Nunca falei tão serio na minha vida.
Fabi: Claro que eu aceito casar com você! - ela sorriu completamente boba e a beijei. O beijo que talvez seja um dos mais importantes da minha vida. O beijo que selou a noite em que ela aceitou ser apenas minha para sempre.


*-----------------------------------------------------------------------------------------------*

Olá minhas lindas, de novo! Haha! Como vocês podem ver a vencedora é a minha maridaaaaaaaaaa Fabiana!!! A gente nem se fala muito mas nós e casada por que sim! Haha! Sei lá eu simplesmente amei o comentário dela minha lerdinha haha e teve outra que me fez quebra a cabeça pra decidir e pá. Mas sério depois de todos aqueles eu me sentiria tão culpada de sei lá "ignora-los" que eu fiz um presente pra todo mundo! haha E não se esqueçam que terá mais vezes e outras podem ganhar!!! Quem ganhou nessa não ganhará na outra! :)

Prêmios da vencedora!!! :)

Capa para face: Se não gostar, alguma coisa só falar no twitter que eu ajeito ou faço outra!


A plaquinha eu tive uns probleminhas ai depois eu vou te dar sem falta haha eu sou lerda então você deve saber como é! rsrsrs

Agora eu fiz essa capa para todas vocês!



Dúvidas?? sobre mim, sobre a ib sei lá kkkk (aqui)
Twitter fc (aqui) (sigo de volta só pedir!)
Twitter Pessoal (aqui
(sigo de volta só pedir!)

Quem não conseguir comentar mande seu comentário para o meu twitter que eu passarei pra ca com seu user!!


Espero que tenham gostado amores! Amo vocês!!


Love Me Like You Do - Cap 26

If happy ever after did exist
I would still be holding you like this
(Payphone - Maroon 5 feat. Wiz Khalifa)


ESPECIAL HOT AQUI!! 
 
-------------------------------------------------------------------------------------------------

Justin: Quer ser castigada baby?
Eu: Uhum. - disse num murmuro e mordi os lábios com uma cara bem safada.

Ele correspondeu a minha vontade e logo me beijou selvagemente, minha língua brigava com a sua como em uma luta sem fim. Suas mãos ágeis foram logo para os meus seios os dando um leve aperto, porém, excitante. É meu nerd estava crescendo. Minhas mãos deslizavam pelas suas costas indo pra sua nuca e depois bagunçando seu cabelo molhado. Ele tirou as mãos da onde estava e me pressionou mais contra ele me deixando cada vez mais louca com o seu toque. Mordi seu lábio inferior e ele desceu seus beijos para o meu pescoço me deixando arrepiada. Sua mão agora estava pousada em minha bunda, ás vezes ele apertava e isso me enlouquecia. Puxei seu cabelo de leve e desci minha mão para umas das minhas partes preferidas em seu corpo depois dos olhos, seu bumbum, é fofinho e bom de apertar, mas é só meu. Já estava ficando louca ali, puxei sua camisa pra cima a tirando e ele fez o mesmo comigo. Arremessamos nossas roupas na pedra para que possamos pega-las depois. Quando vi, já estávamos de roupas íntimas. Mordi os lábios e beijei seu pescoço, desci minha mão até seu membro e pude senti-lo ereto. Sorri com isso e dei um chupão muito forte em seu pescoço ouvi um gemido de dor e dei um beijinho no local. Senti suas mãos geladas abrindo o feixe do meu sutiã. O ajudei a tirar e o joguei junto com as outras roupas. Justin começou a apalpar meus seio e logo em seguida caiu de boca neles. Eu apenas mexia em seu cabelo e soltava leves gemidos. Ele passou para o meu seio direito e começou a massagear o esquerdo. Aquilo tava dando tesão demais, e ele fazia aquilo tão bem. O puxei pra cima passei minhas mãos pelo o elástico de sua cueca e comecei a massagear seu membro. Abaixei sua cueca e ele me ajudou a tira-la, afinal estávamos na água que batia abaixo dos meus seios. Continuei com meus movimentos nele que jogava a cabeça pra trás não se aguentando de prazer. Justin olhou pra mim, passou a língua entre os lábios, tirou minha calcinha e me pegou no colo. Senti ele me invadi aos pouco e logo se movimentando em um "vai e vem" gostoso. Gemia loucamente o seu nome.

Eu: Awn... Jus-tin... mais.. eu quero...awn...mais. - com isso ele foi mais rápido. Meus seios que quicavam em seu rosto logo estavam sendo chupados.

Mordia os lábios consecutivamente, Justin soltava alguns gemidos roucos e totalmente excitantes. Um tesão subia automaticamente. Comecei a beijar seu pescoço, em busca de controlar meus gemidos. Aquilo estava demais pra mim. Não queria que ele parasse por nada. Justin apertava minha bunda e me beijava como uma forma de aliviar todo aquele tesão. Eu ainda estava em seu colo. Senti o Justin repousa seu membro dentro de mim me deixando louca. Nossos corpos molhados misturados com o suor denunciavam nosso estado de cansaço, só ai entendi o que ele queria. Comecei a rebolar rápido o fazendo gemer um pouco mais alto no meu ouvido, aquilo soava como minha música favorita. Ouvi ele dar um urro e um líquido quente foi soltado dentro de mim. Não existia melhor sensação do que essa. Liberei meu líquido sentindo o seu me invadir. Mas aí estava nem eu quanto ele queríamos parar agora. Nos "desencaixamos" e saímos da água, pegamos nossas roupas e o Justin me olhou maliciosamente.

Eu: Jus eu quero mais! - disse olhando em seus olhos depois dele ter me abraçado.
Justin: Vem cá. - ele me selou e entrelaçamos nossos dedos.

Lá estávamos nós, correndo pelados até o carro. Acho que quando dizem que amor é uma loucura, não estejam exagerando. Estava completamente louca pelo meus olhos cor de mel. Entramos no banco de trás do carro e eu deitei ali. Justin veio pra cima de mim me beijando com tudo. Ele fechou a porta puxando-a com o pé e sorriu malicioso pra mim. Não estava tão desconfortável, o carro de Justin era bem espaçoso por sinal. Me ajeitei no banco ficando meio sentada, encostando apenas uma parte das minhas costas na porta. Jus abriu minhas pernas e começou a beijar e apertar minha coxa. Gemia olhando pra cada movimento que o mesmo exercia. Agora ele beijava a minha virilha enquanto seus dedos trabalhavam em clítoris me proporcionando um prazer inesplicavel. Ele me penetrou com a língua e começou a mexe-la com movimentos diversificados. Como pode ser tão bom? Mordia os lábios e puxava seus cabelos enquanto isso.  Ele parou quando sentiu uma pequena quantidade de líquido escorrer. Fui pra cima dele o beijando com muito desejo. Desci meus beijos e fiquei um pouco em seu abdômen definido. Desci mais e encarei seu membro apetitoso, comecei a masturba-lo e em seguida comecei a chupa-lo, fazia aquilo com muito prazer e o encarava com uma cara bem safada o que o excitava mais e mais. Quando vi que já estava saindo o pré-gozo dei uma chupada forte na cabecinha e dei uma lambida na ponta, isso fez ele gemer alto e me puxar pra cima. Nos beijamos de um jeito feroz, estávamos tão excitados. Justin me deitou ali no banco e me penetrou tudo de uma vez com uma investida forte, confesso que doeu mas o prazer compensou tudo. Gemi alto e agudo, ele ficou preocupado mas pedi para continuar.

P.O.V Justin

Já não aguentava mais, precisava senti-la. Entrei nela fundo e forte, ela deu um gritinho agudo, o que me preocupo, mas ela disse que era pra continuar e assim fiz. Fiquei a penetrando um bom tempo. A beijei e deitei de lado atrás dela que também deitou de lado. Peguei em sua coxa e a puxei pra cima. Com minha outra mão peguei em meu membro e voltei a penetra-la. Cada vez mais rápido e fundo. Megan já estava pra gozar seus gemidos diziam tudo. E bem, eu não tava muito diferente.

Megan: Vai Jus... aaawn...eu vou... awwn - ela gemeu alto no final assim chegando ao orgasmo. Liberei meu líquido dentro dela como um jato. Sai dela e a abracei a beijando.

Eu: Te amo. - disse e beijei sua bochecha.
Megan: Eu te amo mais.  - ela disse ofegante se sorriu.

Fiquei ali de conchinha com ela dando beijinhos de sua bochecha até seu braço, percorredo a lateral de seu belo corpo. Adora ficar assim com minha pequena.

Megan: Sabe Justin, se tem algo que me arrependo foi nunca ter te notado antes. - ela se virou pra mim e me selou.
Eu: Tudo tem seu momento certo.
Megan: E quando é o momento em que nós vivemos felizes para sempre?
Eu: Toda vez que estamos juntos vale como um "felizes para sempre"
Megan: Jus, você acha que sua mãe vai gostar de mim algum dia? - disse um pouco baixo.


Continua! *-*

Olá minhas perfeições!Quem gostou da parte hot??? Õ/ 
Eu realmente não tenho palavras pra descrever aquele carinho todo. Juro pra vocês que eu me emocionei com cada comentário do game. Mas infelizmente só uma ganhou e foi com muito esforço eu tive que escolher três e passar pra minha amiga me ajudar ai ela escolheu essa menina linda que eu amo muito.
Muito obrigada por tudo viu?? E pra quem em perguntou, se eu não canso de ser diva, eu eu vou responder: Bom, até cansa sabe mas a gente vai indo e pá kkkkkkkkkkkk zoa. DA ONDE VOCÊS TIRARAM QUE EU SOU DIVA??? Véi vou comprar óculos pra vocês haha! Vocês que são minhas divas, minha ib só é assim por causa de vocês que me incentivam a escrever! Muito obrigada por tudo eu amo vocês Maycats! haha! Os textinhos que vocês fizeram pra mim vão ficar guardados comigo pra sempre viu?? Amo vocês!

Game: O resultado sai daqui a pouco junto com o post do especial hot que vem o nome do vencedor e os prêmios! haha! 

Agora gente eu quero um minuto de silêncio pelos o cérebro da Flavia que deveria ter torrado depois de um texto daqueles hahaha mentira eu amo ela kkkkkk Ela nem tava participando gente kkkk fiquem calmas! u.u

Mas agora é sério! muito obrigada de verdade por isso, o objetivo do jogo na verdade era entreter vocês e para que eu possa saber das opiniões de vocês e pá. Sinceramente, você superaram minhas expectativas. Eu amo vocês sério, eu nunca vou abandona-las, mesmo até as meninas que eu nem falo muito, podem contar comigo! Falem comigo o que quiser eu darei toda a atenção pra vocês! Obrigada mesmo por todo esse carinho. vocês sim são perfeitos e deveria saber disso sem se importar coma  opinião de ninguém! Amo vocês princesas! Obrigada por tudo!

Dúvidas?? sobre mim, sobre a ib sei lá kkkk (aqui)
Twitter fc (aqui) (sigo de volta só pedir!)
Twitter Pessoal (aqui
(sigo de volta só pedir!)

Quem não conseguir comentar mande seu comentário para o meu twitter que eu passarei pra ca com seu user!!

Beijos meus anjos! Amo vocês demais!!

29 de out de 2012

Love Me Like You Do - Cap 25

What makes you so beautiful,
Is you don't know how beautiful you are to me
(Beautiful - Carly Rae Jepsen feat. Justin Bieber)





Mary: O jantar está na mesa. - disse sorrindo e logo se retirando.

É agora!

[...]  - GAME NO FINAL LEIAM!

Will: Então Justin, seus pais trabalham aonde? - perguntou comendo sua salada.
Justin: Eles são separados, minha mãe não trabalha no momento e meu pai ele é arquiteto. - sorriu simpático.
Wiil: Sinto muito, também tive pais separados. - agora ele bebia seu suco.
Justin: Isso aconteceu quado era pequeno, então isso ajudou um pouco. - ele sorriu sem mostrar os dentes.
Leila: Você mora por aqui? - agora era vez do questionário da minha mãe.
Justin: Eu moro na rua Topson - ele ajeitava a tolha em seu colo.
Leila: Ah sim! - a rua Topson era uma rua simpática, porém nada muito sofisticado. - O que pretende se formar?
Justin: Bom, eu realmente amo música, mas eu queria ser arquiteto como o meu pai.
Will: Quem sabe o contratarei futuramente. - ele sorriu. - Amor, que horas são?
Leila: 20:00 por que? - ela acabou de tomar seu suco e o encarou.
Will: Vai começar o jogo dos lakers! - ele se animou. - Com licença. - ele disse educado e foi pra sala. - É... Justin, você gosta?
Justin: Lakers desde pequeno. - os dois sorriram e Justin acompanhou meu pai.

Sorri aliviada e soltei um "Ufa" bem baixinho, apenas pra mim mesma. Olhei pra minha comida que estava quase toda no prato devido ao meu nervosismo e comecei a come-la.

Leila: Ele é um bom rapaz e seu pai pareceu gostar muito dele. - ouvi a voz doce da minha mãe.
Eu: Eu sei. Eu o amo. - sorri pra ela.
Leila: Espero que ele não nos decepcione.
Eu: Eu sei que não.
Leila: Bom, vamos fazer o que? Agora a televisão já está ocupada.
Eu: Hm... vamos fazer brigadeiro para mais tarde a gente comer vendo filme? - sorri sapeca.
Leila: Mas você fez isso ontem querida!Assim vai engordar. - disse rindo e bem divertida.
Eu: Vai por mim o treino das líderes compensa qualquer caloria. - disse com uma cara engraçada e ela fez uma careta e depois riu.

[...]

Eu: Finalmente sós. - disse me aconchegando no ombro do Justin. Estávamos sentados num banco que havia em meu jardim enorme.
Justin: Sua família é bem legal! - ele disse sorrindo me olhando.
Eu: Meus pais gostaram muito de você!
Justin: Quem não resiste ao meu swag mesmo? - ele disse divertido me fazendo rir.
Eu: Esqueci o rei do swag! - disse debochada.
Justin: E você é minha rainha?
Eu: Sempre serei.
Justin: Acho bom. - ele sorriu e se aproximou. Assim colamos nossos lábios em um beijo mais do que perfeito. Sua língua e a minha explorava cada canto da boca do outro. Ele parou devido a falta de ar e me deu alguns selinhos finais.
Eu: Já está tarde amor. Amanhã nos vemos?
Justin: Já está querendo me expulsar? - ele disse fingindo indignação.
Eu: Não amor, mas é que eu não quero que você dirija muito tarde.
Justin: Tudo bem amor, amanhã podemos nos ver normalmente na escola. - eu sorri assentindo.
Eu: Aham, e depois não tem treino para ambos. Logo, cachoeira? - sorri safada.
Justin: Você amou aquele lugar hein! - brincou.
Eu: Apenas me sinto bem.
Justin: Então amanhã eu te busco aqui e vamos juntos pra escola. - concordei com a cabeça e nos beijamos mais umas vezes.

[...]

Depois de uma noite daquelas, com direito a me divertir com minha mãe fui dormir com um sorriso do tamanho do mundo. Acordei e me arrumei, fiz a mesma rotina de sempre e fui com Jus pra escola. Chegamos lá e surpreendemos a todos inclusive a Chaz, que parou de beijar uma vadia para nos olhar. Vi reprovação em seu olhar. Mas, o que eu podia fazer afinal, não é mesmo? Fiz questão de encara Ashley com a cara mais debochada do mundo e um sorriso vitorioso. Sua cara foi a melhor.

[...]

Quando finalmente chegamos na cachoeira, sai do carro e fui correndo até aquela água. Abri meus braços sentindo um vento gostoso passar por mim. Senti dois braços me abraçarem e um perfume ja conhecido me envolver. Sorri com aquilo e me virei beijando Justin. Pulamos juntos na água e ficamos ali nos divertindo um pouco jogando água um no outro e coisas bobas.

Eu: Cachorro molhado!
Justin: Você vai se arrepender disso!
Eu: Me castigue baby! - disse num sussurro próxima dele.

Justin me puxou com tudo contra seu corpo, nos fazendo ficar colados. Ele me olhava intensamente, as vezes desviava seu olhar de meus olhos para os meus lábios. Eu não estava muito diferente. Ele roçava seus lábios no meu como uma forma de tortura. O puxei para um beijo mas o mesmo virou o rosto. Ele sorriu e foi até meu ouvido e sussurrou com uma voz rouca super sexy.

Justin: Quer ser castigada baby?


Continua! *-*

Heeyy minhas lindas!! Tudo bem?? Espero que tenham gostado dessa merda aí kkkk mas enfim... vamos ao que interessa u.u me senti importante falando isso mas ok....

É o seguinte! A pessoa que fizer o maior e melhor comentário, tipo falando coisas legais e criativas, pode fazer perguntas sobre mim sei lá podem falar qualquer coisa! Enfim o comentário mais criativo e tem que ser BIG!! Vai ter seu lindo nome no especial hot que vai ser postado junto com o próximo cap!! Então por isso coloquem o nome de vocês no final do comentário! E eu como muito meiga vou fazer uma plaquinha e uma capa para face ou para twitter (icon e bg se quiser...). Enfim! Espero que tenham gostado e que participem! Todo especial hot terá isso, pretendo fazer com um pouco mais frequente haha. Qualquer dúvida.... ~setinha pra baixo haha~

Dúvidas?? sobre mim, sobre a ib sei lá kkkk (aqui)
Twitter fc (aqui)
Twitter Pessoal (aqui)


quem não conseguir comentar mande seu comentario para o meu twitter que eu passarei pra ca com seu user!!

Beijos meus anjos! Amo vocês demais!!

27 de out de 2012

Love Me Like You Do - Cap 24


Amor é como o vento, não pode vê-lo, mas pode senti-lo
(Um Amor Para Recordar - Filme)



Sabia que se meu pai visse o Justin iria ter uma reação parecida com a de Pattie. Meu deus, o que eu faço? Será que devo falar com Justin? Estava muito confusa. Para os meus pais era um anjinho e virgem. Bom, tenho pena deles por acharem isso de mim. Apenas concordei com a cabeça e disse que ia me trocar. Ele assentiram e eu fui pro meu quarto colocar meu pijama. Sentei na cama e logo ouvi a campainha tocar. Como meus pais estavam na sala eles provavelmente iriam abrir. Não demorou muito e elas entraram no meu quarto com tudo e pularam em cima de mim.

Eu: Sai de cima de mim suas gordas!
Dianna: Estava com saudades sua vaca.
Cait: Viu como te amamos.
Eu: Pois é, pois é.
Dianna: Está pra baixo amiga! - disse e se sentamos corretamente.

Eu estava deitada no colo da Cait que acariciava meu cabelo com um cafuné muito bom, Dianna estava sentado no chão a nossa frente nos olhando.

Eu: Amigas! Vocês sabem que eu amo vocês e que vocês são as minhas melhores né? - elas assentiram. - Eu quero contar uma coisa pra vocês.
Cait: Desembucha logo Meg!
Eu: Euestounamorandocomojustin! - disse rápido mas elas entenderam.
Dianna: AI MEU DEUS!!! - ela gritou colocando as mãos na boca.
Cait: Mas vocês não tinham terminado?? Você e o Chaz.... O ciúmes hoje de manhã. - ela fez uma cara pensariva e surpresa ao mesmo tempo.
Eu: A gente tinha terminado mas ai ele apareceu todo lindo e fez uma serenata pra mim e eu não resisti eu o amo! - falei completamente boba e apaixonada.
Dianna: Pera... Serenata? Que fofo! - disse sorrindo.
Eu: Aham ele cantou pra mim.
Cait: Amiga, se você ta feliz eu também estou e eu tenho que falar uma coisa também!
Eu: Fala, fala. - me empolguei levantando de seu colo e a encarando.
Cait: Eu estou com o Josh!
Eu: O QUE??? - disse completamente exaltada.
Cait: Calma ele mudou!
Dianna: Eu não gosto muito dele Cait. Não engulo o que ele fez com a Meg até hoje. - ela disse fazendo sinal negativo com a cabeça.
Cait: Ele ta melhor inclusiva ele se arrepende por aquilo. - ela olhou pra mim que no momento estava perplexa.
Eu: Caiit, eu te respeito e bem espero que você seja feliz. - disse um pouco seca mais sincera ela me abraçou.
Dianna: É felicidades amigas. - sorriu de lado.
Eu: Hey, Dianna, só falta você fazer uma confissão. - disse rindo amenizando o clima
Dianna: Ué eu estou feliz com o Mat e eu acho que eu o amo. - disse que nem eu falando do Justin. É, a minha amiga esta amando.
Eu: Owwn! Que fofos!
Cait: Eu quero ser a madrinha do casamento! - disse levantando a mão.
Eu: Eu também! - rimos

[...]

O resto de nossa noite foi comendo pipoca, brigadeiro e vendo filmes românticos. Dormimos no meu quarto no chão. Acordamos e nos arrumamos para escola. Estávamos abrindo a porta rindo de algo que a Cait havia falado quando meu pai me para.

Will: Meg, minha filha! - me chamou.
Eu: Sim, pai. - disse nervosa tentando disfarçar ao máximo.
Will: Esse rapaz, é... Justin. Convide-o para um jantar hoje aqui. Quero conhecer esse rapaz.
Eu: Claro pai, falarei com ele hoje. - sorri e fui para a escola com as meninas.

Assim que cheguei pedi para as meninas me acobertarem e chamei o Justin com um olhar discreto mas ele entendeu. Fui andando até a salinha do zelador que eu me "diverti" um pouco com o Chaz e entrei ali, alguns segundos depois o Justin entrou e me olhou sorrindo. Antes de qualquer "oi" nos beijamos.

Eu: Precisa te convidar pra um jantar. - disse parando o beijo com selinhos.
Justin: Jantar? - ele disse com uma cara confusa e seus braços em volta da minha cintura.
Eu: aham! Hoje lá em casa as 19:00. Minha família quer te conhecer.
Justin: Você ta falando sério. - disse assustado.
Eu: Estou e pode ficando calminho que eu não tenho monstros como pais não, viu? - disse rindo e acariciei sua bochecha.
Justin: Ok, então. - sorriu e me beijou mais algumas vezes. Ficamos assim até o sinal tocar.

[...]

Estava dando os últimos toques para o tal jantar. Me maquiei e arrumei meu cabelo. Me lembrei do colar que Justin havia me dado e coloquei o que tinha "believe" escrito. Estava pronta. Sorri pra mim no meu espelho e desci. Meus pais estavam lindos. A campainha tocou e eu fui atender. Respirei fundo e abri a maçaneta. Justin estava lindo. Com o cabelinho dessa vez arrumado de lado e não arrepiado como sempre. Ele entrou e me deu um selinho rápido. Jus cumprimentou meus pais educadamente e Mary, nossa empregada, veio até nós.

Mary: O jantar está na mesa. - disse sorrindo e logo se retirando.

É agora!


Continua! *-*

Hello!! Como vocês estão minhas lindas?? Gostaram desse capitulo?? Espero que sim! Vocês são umas fofas, sabiam?? haha 
Obrigada pelo o carinho viu minhas lindas?? Eu amo vocês!

Leitoras novas sejam bem vindas nesse surubão kkkkkkkk saudades de falar isso kkkk

Enfim amores, espero realmente que estejam gostando e FcarianagrandeS EU ACEITO O PEDIDO DE CASAMENTO KKKKKKKKK MY MARIDA TIREM O OLHO hasuhsuhusha 
Minha marida não precisa ficar com vergonha não viu?? haha eu sou a Mrs Lerdeza então.... kkkkkkkk 


Andressa minha linda obrigada pelo o Boa sorte haha eu fui melhor do que eu pensava haha e veei quando eu tava saindo ne ficou um grupo de meninos atras de mim dizendo que queria ser chupado kkkkkkkkkkkkkk ai eu parei e fiquei autistando até eles me passarem kkkkkkk aiai

Genteeeeee mudei a playlist do blog!! Gostaram?? Eu enjoei da outra kkkkkkk VOTEM NA ENQUENTE ALI EM CIMA!!! Aceito sugestões!!! 

Dúvidas?? sobre mim, sobre a ib sei lá kkkk (aqui)
Twitter fc (aqui)
Twitter Pessoal (aqui)


Beijos meus amores! Amo vocês!


+ 30 comentários

26 de out de 2012

Love Me Like You Do - Cap 23


Cause everything starts from something
But something would be nothing
Nothing if your heart didn't dream with me
(Believe - Justin Bieber)




Justin: Agora você me deve explicações.
Eu: Como? - perguntei confusa.
Justin: Que palhaçada era aquela na aula de biologia? - ele se referia a aula em que eu zoava os meninos. Chaz e Nolan. O que eu falo? To fodida, ele não vai entender.
Eu: Ué, eu não tava fazendo nada amor. Vem cá vem. - disse o beijando pra ver se ele esquecia mas o mesmo virava a cara toda hora.
Justin: Você pensa que eu não vi você rindo depois de ficas se insinuando pra eles?
Eu: Amor eu não fiz nada. Eu estava rindo de outra coisa.
Justin: Aé? Do que?
Eu: De uma piada ai.
Justin: Conta!
Eu: Eu não me lembro.
Justin Para de enrolar e assume Megan. - ele tava se estressando
Eu: Ok, eu fiz aquilo, mas eu só queria zoar, pra ver a reação deles.
Justin: E você gostou da reação deles? - disse sínico.
Eu: Justin, para vai! Eu não marquei de ver eles depois. - disse o provocando.
Justin: Eu já falei que foi pra ver você!
Eu: Ótimo estamos quites agora parou. - ele ficou em silêncio por alguns segundos e logo se pronunciou.
Justin: Ta tudo bem, mas eu não quero mais isso. - concordei e o beijei, ele finalmente correspondeu.

Eu amo o beijo desse idiota e não me canso de dizer isso. Paramos o beijo com alguns selinhos e sorrimos logo em seguida. Como sempre. Queria sair dali de mãos dadas com ele. Mas infelizmente não pode ser assim. Respirei fundo e o selei mais uma vez com o intuito de senti-lo de novo.

Justin: Tava pensando em dormir com você hoje! - disse abraçando minha cintura e me olhando.
Eu: Nem rola. - disse e minhas mãos acariciavam seus braços que eu tanto amava.
Justin: Por que? - ele perguntou decepcionado.
Eu: Festa do pijama hoje.
Justin: Ah, ok! Mas eu queria te ver hoje direito, sabe? - concordei com a cabeça.
Eu: Saímos daqui agora e vamos pra cachoeira? - disse com um sorriso de bebê no rosto.
Justin: Boa ideia! - saímos dali e como não tinha ninguém fomos andando tranquilamente até nossos devidos carros.

Entrei no meu carro e mandei um beijo pra Justin que devolveu o beijo sorrindo lindamente. Dei partida no carro e fomos pro nosso lugar. Estacionei o carro logo na frente do Justin e saímos dos automóveis. Ele veio me abraçar mais sai correndo até a cachoeira e pulei na mesma.

Justin: Sua louca! - ele gritou enquanto pulava e ia ao meu encontro.
Eu: Justin isso aqui é muito bom! - disse sorrindo completamente molhada.
Justin: Eu sei. Vem cá. - ele pegou em minha mão e me levou pra debaixo da cachoeira.
Eu: Você fica sexy molhado. - disse mordendo os lábios.
Justin: É? Vem cá! - nos abraçamos colando nossos corpos molhados.
Eu: Por mim ficava aqui o dia inteiro.
Justin: Se você tivesse comigo, não me importava de morar aqui. - nem hesitei em deixar um sorriso brotar em meu rosto.
Eu: Mas que namorado mais romântico eu fui arrurmar. - disse e beijei todo o seu rosto o fazendo o mesmo soltar uma gargalhada gostosa.
Justin: Eu tenho uma coisa pra você! - disse sorrindo
Eu: Sério?? Eu amo presentes.
Justin: Nossa pensei que você iria falar: "Obrigada meu amor, não precisava." - disse irônico fazendo graça.
Eu: Anda logo meu amor! - disse rindo e dando um tapinha de leve nele.

Nadamos até a beira e o Justin saiu primeiro e me ajudou a fazer o mesmo logo em seguida. Saímos correndo de mãos dadas até o carro do Justin. Estávamos completamente ensopados. Ele abriu o carro e de lá retirou sua mochila abrindo a mesma. Ele pegou uma caixinha muito fofa ela era azul bebê, era a minha cor preferida e ele sabia disso, em volta, tinha um lacinho roxo, a cor preferida dele. Sorri e ele me entregou o embrulho. Sem mas demoras abri o presente como uma criança abrindo o presente do papai noel.Ele havia me dado dois cordões lindos!




Eu: Ai meu deus, Justin! - disse incrivelmente feliz.
Justin: Você gostou? - ele disse feliz ao ver minha reação. - Eu não sabia qual eu comprava então eu comprei os dois.
Eu: Ai meu deus Justin, eu vou usar os dois. - disse e dei os dois colares para ele. - Coloca pra mim.
Justin: Claro vem cá. - me virei e puxei meu cabelo, deixando meu pescoço livre. Ele colocou os dois cordões e me deu um beijinho em minha nuca. Me arrepiei todo.
Eu: Obrigada por isso. Eu vou te dar um presente lindo também! - disse ja pensando em algumas coisas.
Justin: Vem me dar um beijo que eu ja fico muito feliz.

Sorri e o puxei para o beijo mais intenso dado por mim. Foi tão perfeito, aquele momento estava tão mágico. Ele colocou sua mão em minha cintura e a outra estava em minha nuca. O nosso beijo era tão delicado que não dava mais vontade de parar nunca mais. Paramos o beijo com vários selinhos longos e nos olhamos. Juntei nossas testas.

Eu: Você ta parecendo um cachorro molhado. - disse e ri.
Justin: Aé? - ele se afastou de mim e começou a sacudir seu cabelo loucamente como se fosse realmente um cachorro se secando. Respingava vários pingos de água em mim.
Eu: Para seu idiota! - disse rindo e colocando os braços na minha frente como forma de "escudo".


[...]

Nosso mar de rosa chegou ao fim e bem, tive que voltar pra casa. Alias hoje teria uma festa do pijama. Eu estava com saudades das minhas melhores amigas. Cheguei encharcada em casa e para a minha surpresa meus pais estavam em casa. FODEU.

Leila: O que a senhorita tava fazendo até agora na rua e chegou em casa toda molhada? - disse minha mãe.
Will: Explique-se agora Megan! - disse ríspido e autoritário.
Megan: Eu estava me divertindo. - disse nervosa.
Will: Aonde? - manteve seu tom de voz.
Eu: Numa cachoeira.
Leila: Com quem você estava?
Eu: Com meu namorado? - disse num sussurro. Eu não tinha coragem de mentir pra eles.
Will: Quem é ele? Quero o conhecer! - disse me olhando e eu paralisei.

Sabia que se meu pai visse o Justin iria ter uma reação parecida com a de Pattie. Meu deus, o que eu faço? Será que devo falar com Justin?


Continua!! *-*

Como vocês estão minhas lindas?? Espero que tenham gostado desse capítulo mega cute like me hahaha

Ai eu me apaixono por vocês a cada comentário véi você são demais, as melhores viu? Minhas princesas! haha
Minha fofura atacando again. hahaha

Vocês estão gostando mesmo?? Me ajudem, me deem sugestões.... VOTEM NA NOVA ENQUETE AO LADO!! 

Eu queria dizer também que estou muito empolgada com essa ib, vai ter muito drama, mas muito amor haha e parte hot também minhas safadas haha. Eu nunca pensei que diria isso mas eu realmente estou com inspiração pra essa ib.

Dúvidas?? sobre mim, sobre a ib sei lá kkkk (aqui)
Twitter fc (aqui)
Twitter Pessoal (aqui)


Bom minha lindosas é isso, beijos, AMO VOCÊS!


+28 comentários!


25 de out de 2012

Love Me Like You Do - Cap 22 - Para Yasmin


All the kingdom lights shined just for me and you
I was screaming, "long live all the magic we made"
(Long Live - Taylor Swift)





Me distraí no assunto assim que vi Justin chegar, ele estava mais lindo do que nunca. E com uma roupa diferente, uma das novas que havíamos comprado. Ele sorriu pra mim e eu devolvi tudo discretamente. Ele continuou andando até uma loirinha parar ele. O QUE AQUELA PUTA TA FAZENDO COM O MEU JUSTIN??

P.O.V Justin

Cheguei na escola radiante, olhei pra Meg e ela parecia estar em um papo interessante com as meninas, bem pelo menos ela esta com pessoas do mesmo sexo né. Assim que ela notou minha presença, mandei um sorriso pra ela que devolveu com uma mais lindo ainda porém bem discreto e fofo. Continuei meu caminho e uma menina que nunca vi na vida veio falar comigo, ela estava com o uniforme das líderes de torcida. Estranhei esse ato dela, eu ainda sou um nerd, não tem o porque dela vim falar comigo. Mas claro, fui educado.

Xx: Justin não é? - ela disse com uma cara um pouco de dúvida.
Eu: Sim e você é...? - fiz um gesto com e a mão para que ela continuasse assim ela fez.
Xx: Eu sou Ashley! - sorriu. - Você que é o ex-namorado da Megan né?
Eu: É sou sim. - ninguém sabia que havíamos voltado né.
Ashley: Você está tão diferente, não pe mais aquele garoto estranho de antes. Se é que me entende. - disse e mordeu os lábios.
Eu: Pois é, Megan me ajudou. - disse sorrindo
Ashley: Ela fez um bom trabalho, mas eu posso fazer o trabalho completo.
Eu: É? Legal. - sorri tentando ser o mais educado possível.
Ashley: O que você acha de ver o treino das líderes hoje? - ela disse brincando com a gola da minha camisa que formava um V.
Eu: Claro, por que não né? - disse aceitando o seu convite.
Ashley: Te vejo mais tarde gostoso. - disse e beijou o canto da minha boca. Seria um selinho mas eu virei o rosto antes.

Pra você que realmente achou que eu topei ver o ensaio por causa da Ashley, está completamente errado. Pensei e vi que era a oportunidade perfeita de ficar mas tempo com a Megan, mesmo não podendo toca-la como eu quero. Sorri com o meu pensamento e voltei meu olhar a Megan, percebi que ela respirava fundo com um olhar mortal pra mim. Quer dizer que minha patricinha ficou com ciúmes. Mais um sorriso bobo se formou ao saber disso. As meninas acalmavam ela, acho que se não fosse por elas, o barraco estava armado. Mas minha princesa não iria sujar as mãos com aquela vadia da Ashley. Eu já tinha essa opinião formada sobre ela, afinal, que pessoa que você nunca viu na vida já vai chegando em você te comendo pelos olhos e fica se atirando a cada fala? Pois é. Pelo menos ela me deu a oportunidade que eu queria.

P.O.V Megan

Eu: Eu vou acabar com aquela vagabunda!  - disse completamente exaltada.
Dianna: Sossega essa bunda Megan! Você não tem mais nada com ele.
Eu: Eu sei, mas a vaca da Ashley sempre quer roubar tudo que é meu ou ja foi meu. Não quero que ela use ele. - disse respirando fundo.
Cait: Calma amiga, eles não estão fazendo mais. - os encarei novamente e ela estava brincando com a gola da blusa dele.
Eu: Ela ta se jogando pra ele! Me deixa eu ir lá! - as meninas me seguraram. De novo.
Cait: Calminha, hein! - ela disse se exaltando um pouco.
Eu: Não. Acredito. Nisso! - disse pausadamente tentando me controlar. Ela havia beijado o canto da boca dele.
Dianna: Meg, respira! Vamos ajeitar esse cabelo que daqui a pouco está em pé amiga. - fiquei lá respirando fundo. Ele me olhou e deu uma leve risada, provavelmente pelo o meu estado né.

[...]

Quase não prestei atenção na aula até mesmo porque Chaz não parava de me comer com os olhos junto com o Nolan. Véi eu já dei pra eles, o que eles querem mais? Quem manda ser gostosa né. Resolvi provocar um pouco, era tão engraçados ver eles me desejando. Mexi minhas pernas, levantando minha saia. E vi eles morderem os lábios. Joguei meu cabelo sensualmente. Abri um pouco meu decote e só ouvi um barulho na cadeira do Nolan. Olho para o mesmo que estava de mão levantada, ele sacudia sua mão impaciente e suava.

Porf: O que foi Nolan? Esta tudo bem?
Nolan: Eu preciso ir ao banheiro.
Chaz: Eu também!
Prof: Tudo bem, podem ir.

Tampei minha boca abafando meus risos e o professor voltou com a dar sua matéria. Vi que Dianna também ria, provavelmente ela viu. Dei um sorriso pra ela e pisquei os olhos e ela me devolveu esse ato fazendo o mesmo.

[...]

Treino das líderes. Agora que eu vou me vingar de Ashley, ninguém mandou se meter com o namorado da capitã dela. Sorri ao pensar isso. Agora estávamos no vestiário nos trocando para o treino falando sobre o ocorrido na sala
de aula.

Dianna: Foi demais! O Chaz e o Nolan ficaram doidos. - disse e rimos mais ainda.
Cait: Eu queria ter visto, mas tava na aula daquela velha bafuda que parece um dragão. - disse bufando fazendo nós rirmos.
Eu: Depois os meninos pediram pra ir no banheiro.
Cait: Imagino o que eles queria fazer. - Nessa hora Dianna fez um gesto de como um menino se masturba nos fazendo rir mais ainda.

Acabamos de nos trocar e fomos pra quadra. Todas as meninas já estavam lá em suas respectivas posições. Ótimo tudo em ordem. Ashley estava lá trás devido ao último ensaio antes do jogo. Ri me lembrando daquele vara pau dançando.

Eu: Bom gente, a coreografia é bem simples. Mas vai exige muito to rebolado e da elasticidade de vocês. E o mais importante, equilíbrio.
Xx: Vai ter bastante piruetas? Eu ouvi que no campeonato eles iriam exigir muito isso.
Eu: Sim, haverá muitas piruetas. Mas para início eu vou fazer a formação inicial. - eles concordaram com a cabeça e eu comecei. Algo que havia percebido era Justin indo sentar na arquibancada. O que ele faria aqui? Ele sorriu pra mim, mas a Ashley ridícula deu um tchauzinho pra ele o qual ele respondeu com um sorrisinho sem graça. - Ashley, vai lá pra trás, atrás do Jake que vai fica com a Sabrina no colo.
Ashley: Mas assim eu não vou aparecer. - disse com aquela voz enjoada de puta. A voz dela.
Eu: Que bom, melhor pra gente que vai ficar mais bonito de se ver.
Ashley: Olha só o garota.... - a interrompi.
Eu: Olha só o que?? Garota entra na linha comigo se não tu sai fora da equipe.
Ashley: Você não tem esse direito! - ela gritou.
Eu: Abaixa o tom sua cadela. Tenho todo o direito porque eu mando aqui, ok? Agora vai pro seu lugar! - disse e ela bufou de raiva e foi marchando pra trás de Jake enquanto todos riam dela. - E Ashley! - a chamei e ela virou.
Ashley: O que foi?
Eu: Já esta na hora de tirar essas meias no lugar dos seus "peitos" né? - disse e todos riram.

Ela me olhou com raiva e eu olhei para Justin que ria descontroladamente na arquibancada. Não consegui evitar meus risos com aquela cena.

[...]

Estava pronta pra ir pra casa, depois de um banho relaxante pra tirar todo aquele suor. Hoje o treino foi bem puxado e bem, aturar aquela puta foi um cú. Estava indo embora passando pelo o corredor e acabando de me despedir dos meus amigos. Senti uma mão puxar meu braço para um canto que havia ali no corredor e me empresar na parede. Sorri de imediato ao ver quem era.

Eu: Jus?
Justin: Tava com saudades. - disse e me selou ai eu me lembrei de hoje de manha.
Eu: Por que você não procurou a Ashley? - disse com nojo o nome dela o fazendo rir.
Justin: Porque ela não se chama Megan Johnson. - é inevitável não sorrir com suas respostas.
Eu: Aham sei, eu to de olho em você Bieber. Por que ficou no ensaio?
Justin: Ashley me convidou. - disse simplesmente.
Eu: Como é que é? E o senhor aceitou?? - disse já me exaltando.
Justin: Porque eu vi como uma oportunidade de ver você!
Eu: Sério? - perguntei e ele assentiu. Dei um selinho nele mas ele parou. - O que foi?
Justin: Agora você me deve explicações.
Eu: Como? - perguntei confusa.
Justin: Que palhaçada era aquela na aula de biologia? - ele se referia a aula em que eu zoava os meninos. Chaz e Nolan. O que eu falo? To fodida, ele não vai entender.


Continua! *-*

Olá minhas princesa! Tudo bem? Espero que tenham gostado desse cap, que por sinal ficou meio grandinho né?? haha Mereço mais comentários u.u

Gente a Megan não é fofa com ciúmes?? kkkkkkkkkk Eu sei eu sei ela esta cada vez mais parecida comigo kkkkkkkkk Essa Ashley é mo falsificada e puta aaaarg vamos arrastar a cara dela no asfalto minha gente kkkkkk 

Amores eu realmente espero que estejam gostando! LEITORAS FANTASMAS APAREÇAM QUE O PIQUE ESCONDE ACABOU A MUITO TEMPO E JÁ PERDEU A GRAÇA RUM'  

Comenteeem muuuuuito e divulguem o blog e pá! 

Dúvidas?? sobre mim, sobre a ib sei lá kkkk (aqui)
Twitter fc (aqui)
Twitter Pessoal (aqui)


Beijosss na bundaaa minhas maycats totosas!! 

24 de out de 2012

Love Me Like You Do - Cap 21


You are the best thing ever been mine 
(Mine - Taylor Swift)



Entrelaçamos nossos mindinhos e ele me deitou.Justin levantou tirou a camisa e calça ficando só de box vermelha e se deitou atrás de mim. Nos ajeitamos e Jus colocou minha cabeça em seu peitoral. Ele deu um beijo no topo de minha cabeça e dormimos assim.

P.O.V Justin

Esperei ela dormir e fiquei acordade, queria de alguma maneira me certificar de que aquilo não era um sonho e que ela estava ali realmente em meus braços. Acariciei seus cabelos e vi ela se mexer. Olhei no relógio e marcava 4 horas da manha.

Megan: O que foi amor? Não vai dormir? - ela disse com uma voz bem rouquinha.
Eu: Eu to bem princesa, não to com sono.
Megan: Então vamos conversar! - disse e se virou pra mim sorrindo.
Eu: Volta dormi minha bebê. - disse olhando pra minha que continuava com o carinho.
Megan: Não, amor, como vamos ficar? Tipo.... tem a sua mãe. - ela disse e olhou pra sua mão que brincava com os dedos da minha.
Eu: Hey, eu disse que estava disposto a tudo, e vou fazer jus a minha palavra. Eu te amo e é isso que importa.
Megan: Obrigada, por não desistir de mim.
Eu: Obrigado por você me amar, do seu jeitinho, mas me ama. Eu sei.
Megan: Como pode ter tanta certeza?
Eu: Por que eu sou gostoso.
Megan: Você é só um nerd!
Eu: Esse é meu charme! - disse e rimos.
Megan: Vamos namorar escondido?
Eu: Se for preciso...
Megan: Mas o Chaz vai querer... bem, você sabe.
Eu: e você não vai mais ceder!
Megan: Eu sei, mas ai ele vai querer saber o por quê.
Eu: Você diz, por que tem gente melhor que te ama de verdade em casa.
Megan: Eu te amo. - sorriu e me beijou.

Subi em cima dela e continuei a beijando. Minhas mãos forma para suas coxas e eu as apertei a fazendo arfar, sorri com isso e beijei seu pescoço, que por sinal estava bastante convidativo. Como sempre. Estava ficanso excitado, esquecendo das consequências. Ela percorria suas mãos macias por cada extensão das minhas costas desnudas. Me arrepiando cada vez mais com seus toques quentes.

Megan: Jus... Justin.... amor! - ela me chamou a encarei. - Meus pais! - disse e ela sorriu de lado meio sem graça. Sorri do seu jeito fofo de ficar coradinha e a selei deitando novamente em seu lado.
Eu : Eu vou pra casa agora.
Megan: Não! Fica aqui.
Eu: Seus pais vão me ver.
Megan: Que merda! Ok, vou te levar lá.

Ela foi em direção pra porta, abrindo a mesma e eu fui em direção de sua varanda, assim que ela percebei que eu não estava a seguindo ela virou e me viu colocando uma perna pro lado de fora da grade.

Megan:  Justin! - ela gritou sussurrando.
Eu: O que foi?
Megan: Sai dai menino? - disse no mesmo tom
Eu: Não, tchau, até amanhã! Te amo! - disse joguei um beijo pra ela e pulei.

Não era tão alto assim, mais o suficiente pra eu cair agachado. Me levantei olhando em direção a sua varanda e ela me olhava assustada. Suspirou aliviada quando me viu bem.

Megan: Seu louco! Por que fez isso?
Eu: Louco só por você amor, e bem eu tinha que ir embora.
Megan: Você poderia sair pela a porta como uma pessoa normal.
Eu: Meg meu amor, eu não sou normal! E.... sair por aqui teve mais adrenalina - disse e rimos.

P.O.V Megan

Estava me arrumando pro colégio com um sorriso maior que o mundo. Bem, não era a toa depois de uma madrugada daquelas né? Depois de pronta, peguei uma fruta qualquer e comecei a comer. "Bom dia!" foi a única coisa que falei depois de um beijo em cada um. Parti rumo a escola, bem foi tudo como sempre.

Eu: Heey! - disse e todos me cumprimentaram. - Dianna e Cait eu preciso de vocês!
Dianna: Que foi amiga?
Cait: Aconteceu alguma coisa?
Eu: Festa do pijama hoje, minha casa.
Dianna: Eba! Ok, estaremos lá. - sorri e comecei a conversar com elas.

Me distraí no assunto assim que vi Justin chegar, ele estava mais lindo do que nunca. E com uma roupa diferente, uma das nobas que havíamos comprado. Ele sorriu pra mim e eu devolvi tudo discretamente. Ele continou andando até uma loirinha parar ele. O QUE AQUELA PUTA TA FAZNEDO COM O MEU JUSTIN??

P.O.V Justin


Continua!! *-*

Hello!! Tudo bem?? Gostaram?? Espero que sim! 

Você viram como eu sou fofa gente??? kkkkkkkk Estava realmente inspirada a romantismo haha Me mordam suas totosas! kkkkkk 

Dúvidas?? sobre mim, sobre a ib sei lá kkkk (aqui)
Twitter fc (aqui)
Twitter Pessoal (aqui)

Beijos amo vocês! COMENTEM E DIVULGUEM O BLOG!!! Obrigada!

23 de out de 2012

Love Me Like You Do - Cap 20


Pra que lógica, quando se ver que é amor!
(Fluxo Perfeito - Strike)

(AMO/ SOU esse gif! oooownt *-*)


Megan: Me deixa em paz. - ela disse ainda chorando e olhando pra baixo.
Chaz: Larga ela otário!

Outra briga hoje?

Eu: Eu não to afim de briga agora. Já basta a de hoje. - soltei Megan e a olhei bem no fundo dos olhos antes de sair dali esbarrando no ombro de Chaz propositalmente.

Fui pra casa e subi direto pro meu quarto, sem ao menos me preocupar se minha mãe ja havia chegado. Estava bastante concentrado em bolar um plano para reconquistar Megan. Estava disposto a tudo.

P.O.V Megan

Eu: Obrigada Chaz! - disse ajeitando minha mochila em meu ombro.
Chaz: Ta tranquilo gatinha. Se precisar, já sabe. - ele sorriu e piscou.

Entrei no carro e respirei fundo, me preocupei em não deixar uma lágrima escapar enquanto não saísse do estacionamento. Sabe qual é o pior, é que eu quero voltar mais que tudo. Mas o que adiantaria se eu sei que sua mãe faria de tudo para nos separar. E bem, acho que se eu apresentar para o meu pai ele também não aprovaria. Segundo ele eu tenho que ter o namorado perfeito, rico, e que possa me da um futuro. Bem, o Justin é inteligente, mas não é rico e nem popular. Enfim, fui para meu quarto e me matei de chorar.

[...]

Eram 23:00, estava de banho tomado, com um pijama qualquer escrevendo em meu diário, precisava dizer o que sentia e realmente aquele caderninho havia me ajudado bastante.

"Querido diário, sabe quando a vontade fale mais do que a razão? Pois bem, queria, precisava dele mais do que qualquer coisa. Estava disposta a me render e me jogar em seus braços. Por que será que sempre vai ter uma onda pronta para destruir o que é perfeito? É diário, me sinto uma rocha, cada vez mais desgastada."

Respirei fundo e limpei minhas lágrimas. Coloquei meu pequeno caderno na estante e  me deitei a pagando e luz do abajur. Me encolhi abraçando o travesseiro desejando que aquela coisa fofa em meus braços fosse ele. Fechei meus olhos e comecei a ouvir um barulho de pedrinhas sendo jogadas em minha janela. Me levantei assustada e abri a mesma e dei um passo a frente ficando na grade observando o ser de olhos cor de mel que me fitava. Ele sorriu de um jeito inesplicavel. Ele sussurrou um "I Love You" e ajeitou o violão que estava carregando para que pudesse toca-lo. Ele começou com uma melodia suave e eu já sabia que música era.

"You had a lot of crooks tryna steal your heart
Never really had luck, couldn't never figure out
How to love
How to love
You had a lot of moments that didn't last foreverNow you in the corner tryna put it together
How to love
How to love"

E assim a música seguiu, minhas lágrimas aumentavam desesperadamente. Encarava ele ali cantando perfeitamente e encontrava uma maneira de ser forte. Mas será que vale a pena ser forte agora? Quando estou em efeito anestésico por ele? Ele acabou de cantar e me olhou.

Justin: Megan eu te amo! Por favor volta pra mim! Volta para os meus braços da onde você nunca deveria ter saído. Deixa eu ser seu príncipe, ser aquela pessoa que você verá todos os dias ao acordar. Eu te amo, minha princesa, estou disposto a tudo por você! Sem me importar com nada, eu namoro escondido ser for preciso sei lá. Mas tanto que eu possa sentir seus lábios no meu de novo, você pode ter certeza que serei o homem mais feliz do mundo. Megan, volta pra mim?

Sorri ao meio daquelas lágrimas e sai correndo dali, segundos depois estava em seu colo no meio daquela rua deserta. Ele me abraçou tão forte que chegava a machucar, mas quem disse que eu tava diferente ou me importasse? Eu estava curtindo aquele momento perfeito que ninguém nunca havia me proporcionado. O olhei no fundo de seus olhos e o beijei. Era um beijo tão intenso, ele me apertava tão forte contra ele. Me separei dele com vários selinhos. Ele limpou minhas lágrimas e me olhou sorrindo.

Eu: Eu te amo, viu?
Justin: Eu também te amo muito. -  ele me selou mais algumas vezes.
Eu :Vem cá, vamos entrar. - o puxei e entramos de fininho.

Subimos e ele me abraçava por trás. Entramos no meu quarto e ele sentou em minha cama. Tranquei a porta e sentei em seu colo de frente pra ele. Ficamos nos olhando enquanto acariciávamos um o rosto do outro. Me aproximei juntando nossas testas e fechei meus olhos. Ele roçou seu nariz no meu e deslizou o mesmo até minha bochecha fofa. Sorri com seus toques, suas mãos estavam pausadas em minha coxa. Ele me olhou e roçamos nossos lábios em seguida nos beijamos. Meu quarto estava todo escuro, com apenas a luz da lua nos iluminando. Sorrimos nos afastando.

Justin: Pelo amor de Deus Meg, nunca mais me deixe!
Eu: Eu prometo!
Justin: De mindinho? - ele sorriu que nem um bebe me fazendo o acompanhar.
Eu: De mindinho.

Entrelaçamos nossos mindinhos e ele me deitou.Justin levantou tirou a camisa e calça ficando só de box vermelha e se deitou atrás de mim. Nos ajeitamos e Jus colocou minha cabeça em seu peitoral. Ele deu um beijo no topo de minha cabeça e dormimos assim.


Continua! *-*

Maycatss!!! Tudo bom?? Como vocês estão?? Tenho novas!!! Voltei a avisar no Twitter por que eu não to recendo comentários como antes haha. Bem, gente sério, se tiver menos de 25 comentários eu NÃO posto! Claro que pode haver exceções, mas não é todo o sia e pá.!

Leitoras novas, sejam bem-vindas! Espero que fiquem conosco haha! Amo todos vocês minhas lindas! Ai como to fofa hoje!

Gente o que acharam desse capítulo MEGA cute?? kkkkk Sério estou muito inspirada a romantismo! COMENTEEMM!! O DEDO NAO CAI!! E SE CAIR A GENTE COLA!! kkkk SE TIVER PREGUIÇA MARQUE SUA OPINIÃO!! 

Me sigam também no twitter FC (aqui) no meu twitter pessoal (aqui) é QUALQUER pergunta e pode pedir videos sei la´QULAQUER COISA MESMO!! Na minha Ask (aqui)

Drissy e Amy suass lindas eu leio a ib de vocês!! haha São PERFEITAS!!! viu?? haha

Divulgando: http://dreamwithbiebs.blogspot.com.br/

Amo vocês Maycats! Beijos lindas! 





21 de out de 2012

Love Me Like You Do - Cap 19




 Passando nos corredores vi uma multidão e só vi a diretora sair com o Justin e Joe um de cada lado. Os dois estavam marcados, porém o Joe estava muito mais. Olhei assustada pra aquilo e Chaz me abraçou.
O que aconteceu?

P.O.V Justin

Xx: Sabia que não ia durar! - uma fala logo seguida de risadas

Não aguentei um segundo se quer e me virei dando um soco na cara do desgraçado sem ao menos ver quem era antes. Assim começou a brigo, ao longo dela pude ver a face do infeliz. Sabia que era ele. O garoto mas idiota e invejoso da face da terra. Ele conseguiu me acertar algumas vezes mais minha raiva era tanto que podia superar qualquer coisa. Estava em cima dele o socando enquanto via uma grande multidão ao nosso redor gritando. Senti minha camisa ser puxada e assim me tirando de cima dele. Vi a diretora nos reeprender e nos puxar até sua sala. Nesse caminho consegui ver Megan e Chaz abraçados, ela estava com uma expressão assustada. Abaixei a cabeça e segui em frente.

[...]

Levei um sermão de meia hora daquela velha chata e mais meia hora de como ela ficou decepcionada com o meu comportamento rebelde para um menino que até então era exemplar. Bem, o pior estava por vim. Minha mãe foi chamada na escola. PUTA QUE PARIU! Ela não podia ser chamada na escola. Já imagino o discurso.

[...]

Pattie: Justin! Eu NUNCA fui chamada na escola! Que merda você fez?
Eu: Eu só me defendi!
Pattie: Depois que conheceu aquela garota está rebelde!
Eu: Eu não fiz nada demais!
Pattie: Aé? Por que raios então eu fui chamada? Estão dando comida de graça para os pais?
Eu: Não mas... - ela me interrompeu.
Pattie: Sem mas! Você está errado e ponto! Vou indo logo pra sala da professora, ver que merda você fez!

Merda de vida! Bom voltei pra sala recebido por diversos olhares. E pelo incrível que pareça meninas me olhavam maliciosamente. Megan me olhava com um olhar indecifrável, havia dor ali, confusão, não sei ao certo.
Continuei andando até minha carteira.
A aula passou e eu prestei atenção quando o sinal de saída tocou, Megan saiu correndo sem ser acompanhada por um de seus amigos. Decidi ir atrás. Bem, era a minha chance né.
Quando ela estava abrindo a porta do carro eu puxei seu braço e a empresei ali. Megan respirava ofegante e me encarava assustada.

Eu: Para com esse jogo Meg! - disse perto dela.
Megan: Me solta, agora! - disse ela se remexendo.
Eu: Não, eu nunca deveria ter te soltado pra falar a verdade.
Megan: Eu vou fazer escândalo!
Eu: Faz! Grita! Isso não vai mudar o fato que eu te quero! Eu te amo!
Megan: Justin, eu fiz o melhor pra você! Você merece coisa melhor!
Eu: Não, mas quem eu amo é você! Volta pra mim princesa.
Megan: Me deixa, sua mãe vai encontrar alguém perfeita pra você! - disse e começou a chorar.
Eu: Megan, eu te imploro! Eu não me importo de humilhar pra você, eu só te quero de volta!
Megan: Eu to com Chaz agora!
Eu: Eu sei que vocês não estão namorando!
Megan: Mas podemos.
Eu: Você não o ama.
Megan: I daí?
Eu: Nós nos amamos, você é meu amor.
Megan: Quem te garante isso?
Eu: Ontem, aquilo foi a maior prova de amor de todas. Eu não fiz só sexo, eu fiz amor e eu sei que você também, por que eu pude ver em seu sorriso, em seus olhos...
Megan: Me deixa em paz. - ela disse ainda chorando e olhando pra baixo.
Chaz: Larga ela otário!

Outra briga hoje?


Continua! *-*

Heyyy minhas divas!!! Tudo bem?? Espero que tenham gostado amores! Desculpa pelo o cap pequeno mas tinha que ser senão, não dava pra postar hoje ainda! Obrigada pelos os comentários anteriores e pá e é isso AMO VOCÊS VIU MAYCATS!! hahaha


Me sigam também no twitter FC (aqui) no meu twitter pessoal (aqui) é QUALQUER pergunta e pode pedir videos sei la´QULAQUER COISA MESMO!! Na minha Ask (aqui)

Beijos!

20 de out de 2012

Love Me Like You Do - Cap 18

Eu vou subir as nuvens,
Pra desenhar o teu sorriso. 
(Incondicional - Luan Santana)



Eu: Chaz. - o chamei
Chaz: O que você quer?
Eu: Eu quero você! - disse sussurrando em seu ouvido e ele mordeu os lábios enquanto tinha um sorriso safado no rosto.
Chaz: Você ta falando sério? - ele parecia não acreditar.
Eu: Uhuum! - diz fazendo que sim.
Chaz: Sala do zelador? - disse mordendo os lábios.
Eu: Te espero lá no intervalo. - disse ele me puxou pela cintura me beijando.

É parece que tudo voltou como sempre foi, no fundo, me sentia quebrada, mas estava no meu lugar, pelo menos era o que achava.

P.O.V Justin

Sabe quando o mundo parece se por contra você? Bem era assim que eu me sentia. O pior foi eu chegar na escola completamente destruído e ver Megan e Chaz no maior agarramento.  Eu sei isso só faz a tese da minha mãe esta certa. Mas eu conheço a Megan mais do que ela mesmo e com isso eu sei que aquilo era fingimento uma forma de droga pra se aliviar. Bem, quem sofria com tudo isso era eu.

[...]

O sinal do intervalo tocou, Chaz e Megan saíram correndo fui logo atrás sem ser percebido pela multidão querendo passar por uma porta, e pude ve-los entrar na salinha do zelador. Aquilo me partiu de uma maneira que jamais poderia imaginar. Eu ja a vi fazendo isso tantas vezes mas agora que criei um laço maior me machucou mais.
Sai dali passando pelo o corredor e fui no meu armário trocar o meu material. Fiz aquilo fungando estava tudo até que.... indo. Até ouvir algo que me machucou.

Xx: Sabia que não ia durar! - uma fala logo seguida de risadas

P.O.V Megan >  gente vai ter uma pequena parte Hot!

Chaz: Ah que saudade disso. - disse jogando sua cabeça pra trás enquanto fazia um agrado pro seu amiguinho.
Megan: É? Goza pra mim. - disse e continuei chupando.
Chaz: Vai mais um pouquinho!... Ar.... assim... ta quase... aaaar - ele despejou seu líquido em minha boca.
Megan: Gostoso. - disse subindo com seu gozo em minha boca. e o beijando. - Veja como o seu gostinho é bom.
Chaz: Você adora meu leitinho né? - disse e me beijou.

Como já estávamos sem roupa ele desceu sua mão até minha intimidade, me estimulando. Mordi os lábios e beijei seu pescoço. Ele tirou seu dedo e me deu pra chupa-los, assim eu fiz ele colocou de novo e dessa vez ele mesmo chupou seus dedos de um jeito bem sexy. Ele me pegou no colo e me colou sentada de pernas abertas em cima de uma mesa que tinha lá. Vi ele colocar a camisinha e me penetrar bem fundo.

Eu: Aaaaa! Vai mais rápido! - gritei gemendo.
Chaz: Calma ai minha gostosa, tu é apertada pra caralho. Own! - ele disse indo com mais força e mais rápido.
Eu: Awn!... Isso é muito bom! - disse mordendo os lábios.

Chaz se abaixou na altura dos meus seios e começou a chupa-lo. Estava muito ofegante. E gemia muito. Ele me beijou pra tentar abafa os gemidos. Ele brincava com a minha língua de um forma bem excitante. Desgrudamos os lábios assim que senti meu líquido sair com tudo. Ele gemeu alto e gozou na camisinha também. Ele continuou dentro de mim enquanto me beijava loucamente.

[...]

Saímos de fininho da sala  e demos muita sorte pois não tinha, ninguém.Estranhei aquilo mas continuei andando. Passando nos corredores vi uma multidão e só vi a diretora sair com o Justin e Joe um de cada lado. Os dois estavam marcados, porém o Joe estava muito mais. Olhei assustada pra aquilo e Chaz me abraçou.
O que aconteceu?

P.O.V Justin


Continua! *-*

Hello hello hello! nem preciso dizer o quanto eu to feliz ne?? haha VOCÊS SÃO AS MELHORES MAYCATS!! u.u

Flavia dando o ar de suas graças enquanto deveria esta na esquina kkkkkkk fazer o que né kkkk se ele for pro puteiro eu vou com ele o sua safada kkkkk

kkkk Nagela só rindoo é nois arrastando a cara dela no asfalto kkkkkkk

Não tenham um filho postei ainda hoje!

GENTE NAO XINGUEM A MEGAN ELA NAO TEM CULPA DE SER QUE NEM A FLAVIA! A PATTIE FOI CRUEL!! ELA SO FEZ O MELHOR PRA ELE POXA kkkkkkkkk

Me sigam também no twitter FC (aqui) no meu twitter pessoal (aqui) é QUALQUER pergunta e pode pedir videos sei la´QULAQUER COISA MESMO!! Na minha Ask (aqui)

Divulgando: http://mydreamofabelieber.blogspot.com.br/

Beijos!! Amo Vocês!




Love Me Like You Do - Cap 17


Who can make my life complete
It's all 'bout you, when the music makes you move

(Bauty and a Beat - Justin Bieber)



Deitei ao seu lado ela sorria boba, parecia realizada, como eu. Puxei seu rosto para mim e dei mais um beijo nela.
Aquele beijo simplesmente selou um dos dias mais importantes da minha vida! Eu a amo e isso só me faz querer protege-la mais e mais.
Ela parou o beijo devido a falta de ar e ficou sorrindo pra mim enquanto um acariciava o rosto do outro. Ela fechou os olhos por um momento e logo depois abriu.

Megan: Eu te amo meu bobão. - ela disse olhando para sua mão que fazia carinho em minha bochecha.
Eu: Eu também te amo. - sorri e a selei.
Megan: Como foi sua primeira vez?
Eu: Incrível, perfeita, com a garota dos meus sonhos. - disse completamente feliz.
Megan: To cansada. - disse fazendo biquinho.
Eu: Vem, vamos dormir. Também, to exausto.

Fiz que sim com a cabeça e ele me abraçou logo após de nos cobrir com um lençol. Senti um selinho molhado na minha testa e sorri com isso e assim dormimos.
Acordei com uma pequena discussão no corredor atrás da porta. Uma voz era de Justin e a outra era feminina, provavelmente de sua mãe. Levantei enrolada no lençol e fui até a porta, encostando meu ouvido. Bom, quando vi lágrimas saim de meus olhos sem permissão. eu não queria ter ouvido aquilo.

P.O.V Justin

Acordei e Megan tava ali ainda, me meus braços, lugar onde ela sempre pertenceu porém só agora descobriu. Tava a admirando dormir até que vejo a porta abrir de fininho e minha mãe aparecer ali. Ela arregalou os olhos ao ver o nosso estado e o pior nossas roupas no chão. Levantei de fininho e peguei minha cueca colocando a mesma sem que minha mãe visse minha parte íntima. Fui até ela que agora parecia que queria me matar.

Eu: Eu posso explicar mãe!
Pattie: Sério? Então explica, por que você transou com uma garota que dias atrás fazia você chorar? A garota que tem uma fama de que dá pra todos! Eu só quero o melhor pra você Justin! E ela é quase uma... qualquer uma!
Eu: Não fala assim dela! - disse sério e minha mãe me encarou com raiva.
Pattie: Você mudou Justin, não é mas aquele menino doce que eu criei. Você ta enfrentando sua mãe por causa dessa... dessa.... vagabunda? Ela tirou a virtude do meu menino.
Eu: Mãe eu não seria virgem pra sempre! Eu não mudei! Só estou correndo atrás do que eu acredito. Ela me ama!
Pattie: Você prometeu pra mim que perderia a virgindade com alguém que você amasse e de preferência depois do casamento. Ai você vai e me faz uma merda dessas! Ela te ama Justin? - riu fraco. - Ela nem sabe o que é amor.
Eu: Mãe eu era único da minha série que ainda era virgem! E eu to feliz só dela me amar do jeito que ela me ama. Eu acredito nela.
Pattie: Você acredita que uma garotinha dessas que já deu pra sua série toda pode amar alguém, você é ingênuo demais Justin! Você nunca se importou com que os outros achavam!
Eu: Mãe as pessoas podem mudar! Ela mudou!
Pattie: Acha mesmo que uma pessoa muda de um dia pro outro? Pelo amor de Deus Justin. E quero você afastado dessa garota. Não quero ela sujando o que eu criei a 17 anos atrás. - disse e saiu.

Comecei e a chorar, minha mãe estava certa, pessoas não mudam assim rápido. Mas eu acredito na Megan. Respirei fundo limpando minhas lágrimas e virei pra porta a abrindo em seguida. Me assustei ao ver Megan em pé ali chorando. Fui correndo até ela abraça-la, com certeza ela ouviu tudo. Ela me empurrou e me encarou respirando fundo. Ela começou catar suas roupas rapidamente enquanto eu tentava ter uma comunicação com ela.

Eu: Calma, vai ficar tudo bem!

Silêncio

Eu: Eu prometo amor! Por favor!

Silêncio.

Eu: Fala comigo princesa!

Ela se vestiu me ignorando e foi até mim. Ela chegou bem perto e eu fechei os olhos. Ela roçou seu nariz no meu e encostou nossas testas.

Megan: O que sua mãe iria pensar do seu filhinho namorando uma vadia como eu? Hum? - ela respirou no meu pescoço me arrepiando enquanto eu estava imóvel.

Ela se afastou e foi embora. Deixe que algumas lágrimas caíssem e me joguei na cama. Abracei o travesseiro e o lençol, ainda tinham seu cheiro. Por que merda sempre dá tudo errado comigo?

P.O.V Megan

Depois daquela dor de como uma faca perfurasse meu coração desci indo embora. Na sala encontrei Pattie, quer saber no fundo ela tava certo. Justin merece coisa melhor. Ela me olhava com olhos arregalados vendo meu estado.

Eu: A senhora tem razão, Justin é um menino incrível demais pra se estar com uma puta que nem eu. Me desculpa por  isso. - disse peguei minha bolsa e sai dali a deixando paralisada.

[...]

Cheguei em casa e fui pro meu quarto. Precisava desabafar, estava desabando por dentro. Me joguei na cama e agarrei meu travesseiro chorando pensando nele. Lembrei do me diário que minha mãe me deu quando havia completado 10 anos. Quase nunca escrevia nele, a última vez que escrevi ali foi quando precisava falar do meu sentimento pelo o Justin totalmente novo pra mim. Peguei minha caneta rosa. E escrevi as seguintes palavras.

"Querido diário, e até quando vou levar pancadas? Quando penso que acertei o caminho do paraíso, um tornado atinge meu coração me deixando desnorteada novamente, sempre rodando e indo pra mesma direção. Acredito que o amanhã vai ser diferente, porém parei de acreditar no momento em que voltei pro ontem de novo. "

Estas palavras resumiam o que eu estava sentindo e o que eu estava prestes a fazer. Estava realmente disposta a fazer uma coisa amanhã.

[...]

Estava de carro indo pra escola ouvindo músicas deprimentes. MERDA! Eu não posso ser assim. Troquei rapidamente a estação de rádio para uma com músicas agitadas.
Cheguei na escola e avistei minha antiga ou nem tão antiga assim mesa. Caminhei até ela e fui recebida pelo mesmo clima tenso de sempre., Chaz não estava na mesa Bufei ao notar aquilo e logo fui falando o que eu queria.

Eu: Hey gente eu to de volta!
Dianna: Sério? Você o nerd terminaram? - assenti
Cait: Vocês até que eram fofinhos - a fuzilei com os olhos. - mas fofos demais enjoa - disse e rimos.
Ryan: Finalmente! - ele sorriu e vieram me abraçar.

Avistei Chaz chegando de longe, e conforme ele ia chegando perto e notando toda a comemoração ele mudou sua expressão sorridente para uma cara confusa. Ele se aproximou mais e continuou com um ponto de interrogação em sua face.
Fui até ele o abraçando e ele correspondeu meio na dúvida. Tudo bem, eu entendi a lado dele.  O encarei e ele fez o mesmo.

Eu: Chaz. - o chamei
Chaz: O que você quer?
Eu: Eu quero você! - disse sussurrando em seu ouvido e ele mordeu os lábios enquanto tinha um sorriso safado no rosto.


Continua! *-*

Olá!! Tudo bem lindas?? Caraa vocês são umas fofas e não cansam de ser divas, sério haha minhas princesas amo todos vocês! Me desculpem por não ter postado esses dias. Genteee eu vou tirar print pra vocês sério, isso é algo que me revolta! Eu tive mais de 300 visualizações e só 35 comentários em 3 dias?? Gente eu não peço comentários nem nada mas po, quem escreve sabe como isso incentiva e pá! Sério!! Comentem e deixe uma criança feliz!! (Meee õ/) kkkkkkkk Agora acabou o drama pq isso é broxante como uma certa cadela diz kkkk

Flavia SEM ACENTO kkkkkk Tu nem é convencida kkk não é broxante foi fofo kkkkkkk u.u kkkk sua aluna preferida que até te acompanha na esquina kkkk te amo my bitch so minha u.u

Suas lindaas amo vocês!! Beijos até o próximo eu nem vou demorar!

Me sigam também no twitter FC (aqui) no meu twitter pessoal (aqui) é QUALQUER pergunta e pode pedir videos sei la´QULAQUER COISA MESMO!! Na minha Ask (aqui)

Divulgando: www.imaginecomdrewbieber.blogspot.com


Com +15 comentários  posto outro capítulo ainda hoje!!!!!!! Se não continuo no outro dia!